Você está aqui: Entrada / AGIR / Boas Práticas / Códigos de Conduta

Códigos de Conduta

Códigos de conduta: em Áreas Protegidas; boas práticas de escalada em rocha; e comportamento do caçador. Manual de boas práticas de colheita e consumo de cogumelos silvestres. Guia do colector de cogumelos. MarPro - manuais de boas práticas para as diferentes artes de pesca.
 

 

Códigos de conduta em Áreas Protegidas
 


 

Código de comportamento da e do caçador
 

Responsável por um capital que importa transmitir às gerações futuras, o caçador deve respeitar não só as leis e os regulamentos da caça, mas, igualmente, as regras dos sistemas ecológicos.

O caçador deve ser consciente dos seus deveres e das suas responsabilidades para com a natureza em geral e para com a caça em particular, mas também para com as outras pessoas e os seus bens.

Um caçador cuida da sua segurança e da dos outros e assegura a manutenção do recurso que é a base da sua atividade, i.e. a caça e os ecossistemas que a suportam.

 
Cogumelos silvestres


Nota
: nem o ICNF nem os(as) autores(as) dos textos abaixo podem ser responsabilizados por quaisquer danos resultantes de erros de identificação de cogumelos.

Os terrenos têm dono(a). Não colha cogumelos sem autorização do(a) proprietário(a).

Antes de colher cogumelos, saiba se o pode fazer nessa zona, principalmente se se tratar de uma área protegida. Consulte os Planos de Ordenamento das Áreas Protegidas.

 

Publicação no âmbito do Projeto “Promover os Recursos Micológicos” com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional cofinanciado pelo Estado Português e pela União Europeia através do FEADER.

Esta publicação destina-se a fornecer indicações que possibilitem reconhecer de forma inequívoca as espécies que crescem na natureza em Portugal e que são tradicionalmente utilizadas na alimentação e potencialmente comercializáveis. Simultaneamente, alerta para a existência de espécies que produzem corpos frutíferos com aparência semelhante e que estão na origem das confusões que têm provocado intoxicações.

Em Portugal, tem-se verificado um incremento significativo das atividades relacionadas com a exploração de cogumelos silvestres, vistos como fonte de rendimento suplementar para as e os produtores florestais, agricultores e populações locais. É muito importante que todas e todos aqueles que se interessam por cogumelos silvestres tenham o cuidado de aprender a distinguir e reconhecer, com segurança, as espécies comestíveis a colher e consumir, não as confundindo com espécies tóxicas ou mortais. 

Os cogumelos são frutificações de fungos, organismos fundamentais aos sistemas florestais pelo papel que desempenham nos ciclos de nutrientes e da água e da própria sustentabilidade das árvores, enquanto seres vivos. A recolha de cogumelos é feita, por vezes, de forma agressiva e desregrada o que pode ameaçar a sobrevivência deste recurso e o equilíbrio ecológico dos habitats, assim como comprometer a segurança alimentar das e dos consumidores. Este documento reune um conjunto de normas e preocupações já manifestadas em diversas publicações e visa agregar, de forma sistematizada, a informação disponível sobre esta temática.

 

Manuais de boas práticas para as diferentes artes de pesca

O projeto LIFE+ MARPRO é cofinanciado pelo programa LIFE e resulta de uma parceria entre as Universidades de Aveiro e do Minho, SPEA, IPMA e ICNF. 

Consulte o sítio do Projeto MarPro.

Manuais para as artes de pesca:

 

Acções do Documento