Você está aqui: Entrada / ÁREAS PROTEGIDAS / Âmbito Regional-Local / Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos

Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos

Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos. Enquadramento. Caracterização. Atividades. Contactos.

Logótipo PP das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro de Arcos PP Lagoas Bertiandos e S. Pedro de Arcos
Logótipo da Paisagem Protegida e Lagoa do Mimoso (® Susana Matos).

 

 

Enquadramento

A Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos (PP), com uma área aproximada de 346 ha, localiza-se no concelho de Ponte de Lima, distrito de Viana do Castelo, tendo acesso direto pela Estrada Nacional 202 e pela auto-estrada A27, com saída no nó n.º 3.
 
A Paisagem Protegida é um espaço importante para a conservação da natureza e da biodiversidade, que se justifica pela presença de uma diversidade de biótopos associados a uma zona húmida continental, incluindo habitats e espécies de conservação prioritária.
 
Os valores naturais justificaram a atribuição dos seguintes estatutos de conservação e proteção:
 
i) Área Protegida de Âmbito Regional;
ii) Sítio de Importância Comunitária; e
iii) Sítio n.º 1613 da Lista de Sítios da Convenção de Ramsar.

Caracterização

É de realçar o elevado número de espécies registadas da flora (508), no qual se registam endemismos ibéricos, nomeadamente algumas espécies raras e ameaçadas que conferem a esta área um grande valor florístico. Em termos de comunidades vegetais, os bosques higrófilos, as pastagens naturais e os sistemas lagunares são as que apresentam maior relevância para a conservação da natureza e da biodiversidade e, em simultâneo, para a paisagem.
 
Pese embora a Paisagem Protegida tenha uma dimensão reduzida, apresenta uma diversidade de vertebrados que reflecte valores de riqueza específica que se consideram significativos. Foram inventariadas até 9 espécies de peixes dulciaquícolas ou migradores, 13 espécies de anfíbios, 11 espécies de répteis, 41 espécies de mamíferos e 144 espécies de aves. De referir que foram identificadas 25 espécies de vertebrados terrestres e dulciaquícolas com elevada prioridade de conservação, na sua grande maioria associados às zonas húmidas.
 

Atividades

Os valores naturais da Paisagem Protegida, anteriormente descritos de forma muito resumida, constituíram o ponto de partida para toda uma dinâmica de investimento que permitiu instalar um alargado conjunto de recursos físicos distribuídos por dois pólos, a Área Protegida e a Quinta de Pentieiros, com destaque para:
 
i) Centro de Interpretação Ambiental;
ii) rede de percursos pedestres;
iii) casas de abrigo;
iv) bungalows;
v) Parque de Campismo; e
vi) Quinta Pedagógica.
 

Passadiço PPLBSPA - bungalows da Quinta de Pentieiros
Passadiço de madeira e bungalows da Quinta de Pentieiros (® CM Ponte de Lima).

A instalação deste considerável conjunto de recursos físicos e o trabalho desenvolvido no âmbito das áreas de atividade [ i) o conhecimento, gestão e conservação da natureza e da biodiversidade, ii) o desenvolvimento rural e iii) a sensibilização e educação ambiental], fazem da Paisagem Protegida um projeto de conservação da natureza, de construção social, desenvolvimento rural e territorial, que nasce não só das possibilidades dum espaço singular mas também da visão e do esforço coletivo de diversos agentes na sua relação próxima com a população e proprietários locais.

Contactos

Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos
Centro de Interpretação Ambiental
Quinta de Pentieiros
Tel.: +351 258 733 553

 

Acções do Documento