Você está aqui: Entrada / FLORESTAS / Fileiras Florestais / PARF

Plataforma de Acompanhamento das Relações nas Fileiras Florestais (PARF)

A PARF: Enquadramento, Intervenientes, Legislação base, resumo de Reuniões, Apresentações.

 

 Enquadramento

A PARF - Plataforma de Acompanhamento das Relações nas Fileiras Florestais foi criada pelo Despacho n.º 8029/2014. D.R. n.º 116, Série II de 2014-06-19 dos Ministérios da Economia e da Agricultura e do Mar - Gabinetes do Ministro da Economia e da Ministra da Agricultura e do Mar, tendo por missão acompanhar as relações entre os agentes das fileiras florestais.

Pretende-se com esta plataforma desenvolver a competitividade da economia portuguesa, através da valorização da produção nacional, contribuindo para o aumento da competitividade das empresas portuguesas e para o emprego.

As atividades das fileiras florestais concorrem de forma significativa para este objetivo, sendo imprescindível o bom relacionamento ao longo da cadeia de criação de valor, promovendo-se o diálogo entre os representantes dos diferentes níveis destas fileiras, para que o funcionamento possa ser transparente e equitativo.

Os trabalhos desenvolvem-se através de reuniões plenárias trimestrais em que são apresentados os temas considerados como pertinentes pelos intervenientes e em reuniões extraordinárias, em que são apresentados e discutidos os trabalhos realizados, podendo ainda ser constituídas subcomissões de apoio técnico com missões específicas ou de carácter setorial.

 

Intervenientes

MinAgriculturaMar-314x51.png MAM - Ministério da Agricultura e do Mar;

MinEconomia-314x51.png ME - Ministério da Economia;

ME_DGAE-314x115.png DGAE - Direção-Geral das Atividades Económicas;

ICNF-314x100.png ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas;

GPPAG-314x100.png GPP - Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral do MAM;

aicep-314x197.png AICEP, E.P.E. – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal;

AIFF-314x109.png AIFF – Associação para a Competitividade da Indústria da Fileira Florestal;

AIMMP-314x215.png AIMMP – Associação da Industria de Madeira e Mobiliário de Portugal;

AJAP-314X93.png AJAP – Associação de Jovens Agricultores de Portugal;

ANEFA-314x85.png ANEFA - Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e de Ambiente;

ANPEB-314x91.png ANPEB – Associação Nacional de Pellets Energéticas de Biomassa;

APCOR-314x225.png APCOR – Associação Portuguesa de Cortiça;

APEB-314x98.png APEB – Associação dos Produtores de Energia e Biomassa;

BALADI-314x98.png BALADI – Federação Nacional de Baldios;

CAP-314x78.png CAP – Confederação de Agricultores de Portugal;

CCP-314x94.png CCP – Confederação do Comercio e Serviços de Portugal;

CELPA-314x100.png CELPA – Associação da Indústria Papeleira;

CENTRO-PINUS-314x81.png CENTRO PINUS - Associação para a Valorização da Floresta de Pinho;

CIP-314x70.png CIP - Confederação Empresarial de Portugal;

CNA-314x150.png CNA – Confederação Nacional de Agricultura;

CONFAGRI-314x168.png CONFAGRI - Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal;

FENAFLORESTA-314x101.png FENAFLORESTA – Federação Nacional das Cooperativas de Produtores Florestais;

FNAPF-314x156.png FNAPF – Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais;

FORESTIS-314x276.png FORESTIS – Associação Florestal de Portugal;

FORUM-FLORESTAL-314x174.png Fórum Florestal – Estrutura Federativa da Floresta Portuguesa;

UNAC-314x84.png UNAC - União da Floresta Mediterrânica.

 

Legislação base


Reuniões

 


Resumos

 

Apresentações:

 

 

 TEMA: Transparência

Apresentações:

 

U.A.: 2017-01-19

 

 

 

Acções do Documento