Você está aqui: Entrada / O ICNF / Notícias / Notícias / Encontrada coleira de lince-ibérico em Alcoutim

Encontrada coleira de lince-ibérico em Alcoutim

Encontrada coleira de lince-ibérico em Alcoutim

Foi encontrada dia 28 de setembro, na zona de Alcoutim, uma coleira com emissor rádio, pertencente à fêmea de lince-ibérico Nara, que foi libertada este ano no concelho de Mértola.

  
O achado foi transmitido pela GNR de Alcoutim, após ter sido encontrada, junto a uma pequena barragem do concelho, a coleira com que os linces reintroduzidos são equipados.
 
A fêmea Nara, uma jovem nascida em 2016, no Centro de Reprodução de El Acebuche, na Andaluzia, em Espanha, foi libertada no núcleo populacional de lince-ibérico do Vale do Guadiana, numa solta pública, realizada em maio deste ano. Desde essa altura, durante o seguimento, revelou movimentos exploratórios para sul, tendo sido detetada junto à ribeira do Vascão.
 
Antes de estabilizar o seu território, um lince jovem tende a dispersar e explorar novas áreas não ocupadas, procurando tranquilidade e elevada abundância de coelho-bravo.
 
Diligências conjuntas entre o ICNF e o SEPNA/GNR estão a ser tomadas, no sentido de reconstruir os movimentos da lince e apurar o que aconteceu. A colaboração de todos os cidadãos com informação relevante pode ser importante nestes casos. O atropelamento é uma das causas de morte mais frequente de lince na natureza, que afeta em particular os subadultos de carnívoros selvagens, e se se tratar de uma ocorrência acidental, não é punida por lei.
 
O Vale do Guadiana conta com 15 animais com territórios estabilizados e 16 crias já nascidas na natureza. O núcleo populacional é monitorizado também por foto-armadilhagem, que permite identificação individual de todos os exemplares.
 

A reintrodução de lince ibérico, iniciada em 2015, tem o enquadramento do projeto LIFE Iberlince (LIFE+10/NAT/ES/000570) cuja meta é a recuperação da distribuição histórica da espécie. Espera-se conseguir uma coexistência harmoniosa entre atividades humanas sustentáveis e a viabilidade deste felino selvagem, um dos mais ameaçados do mundo.

Acções do Documento