Morcegos

Morcegos
Plano Nacional de Conservação dos Morcegos Cavernícolas. Inventariação e Monitorização. Estudos de Ecologia aplicada à conservação. Bibliografia e notas sobre participação em Projetos.

 

Plano de conservação dos morcegos cavernícolas;
Inventariação e Monitorização;
Recomendações
Estudos de Ecologia aplicada à conservação
Bibliografia e notas sobre participação em Projetos

 
 

Plano de conservação dos morcegos cavernícolas

Portugal foi um dos primeiros países europeus a ter um Plano de conservação dos morcegos cavernícolas, espécies particularmente ameaçadas:
 

As medidas de conservação já implementadas incluem:
  • inclusão dos Abrigos mais importantes na Lista Nacional de Sítios designada para a Rede Natura 2000;
  • programa de monitorização anual dos Abrigos de criação e hibernação mais importantes;
  • vedação de cinco Abrigos de importância nacional e estabilização do teto de um Abrigo;
  • construção de dois Abrigos artificiais para compensar a destruição de duas galerias de minas que albergavam morcegos;
  • corte de vegetação em redor das entradas dos Abrigos; e
  • proteção de minas abandonadas compatível com o seu uso continuado pelos morcegos.


Inventariação e Monitorização 

Na maioria das Áreas Protegidas foi inventariada a fauna de morcegos presente, tendo sido estudados os biótopos de alimentação utilizados por estas espécies.
 

 


O Programa de Monitorização dos Abrigos Subterrâneos decorre desde 1987 e inclui visitas anuais aos Abrigos mais importantes a nível nacional, durante as épocas mais críticas, de hibernação e de criação. Em 2003, foi produzido um Relatório com a avaliação da situação.

 

 

Recomendações
 



Estudos de Ecologia aplicada à conservação 

Foram realizados diversos estudos sobre utilização do habitat, dieta, migrações, genética, Abrigos, fenologia e épocas críticas.


Bibliografia e notas sobre participação em Projetos 


Alguma bibliografia sobre morcegos em Portugal [PDF 137 KB] - atualização a 18 março 2015.

  • Projeto “Conservação e valorização do património do Sítio de Monfurado”, desenvolvido pela ex-DRAOT-Alentejo, cofinanciado pelo PORA (2000-2002). Foi colocada uma vedação numa mina, para impedir a perturbação por visitantes.

 


 

 

 

 
 
 

 

 U.A.: 2017-12-04

classificado em: , , ,