Você está aqui: Entrada / TURISMO DE NATUREZA / Visitar as Áreas Protegidas / Parques Naturais / Parque Natural do Douro Internacional / Perc. Miranda do Douro – S. João das Arribas

Perc. Miranda do Douro – S. João das Arribas

Parque Natural do Douro Internacional. PNDI. Percurso Miranda do Douro – São João das Arribas. Breve descrição. Pontos de interesse. Ficheiro kmz para visualização no Google Earth.
PNDI - arribas em Miranda do Douro  PNDI - São João das Areias 257-180 pxl
 

Na planificação da sua visita deverá ter em consideração as recomendações descritas no Código de Conduta e Boas Práticas [PDF 1,6 MB] das e dos visitantes nas Áreas Protegidas, bem como os conselhos úteis que apresentamos em "Relacionados", à esquerda desta página, para melhor desfrutar da sua visita.

Visualize o percurso no Google Earth usando este marcador [KMZ 6 KB]
 
Acesso: Miranda do Douro. 
Ponto de partida: Sé Catedral de Miranda do Douro
Ponto de chegada: Sé Catedral de Miranda do Douro
Extensão: cerca de 23 km. 
Duração: aproximadamente 8 horas. 
Dificuldade: média 
Apoios: sinalizado com marcação pintada e presença de painel interpretativo em São João das Arribas. Entre Miranda do Douro e São João das Arribas o percurso coincide com a Grande Rota das Arribas e é apoiado pela sinalética correspondente à GR.
 

Breve descrição 

Miranda

O percurso corresponde a um circuito a efectuar por via pedonal, de bicicleta ou a cavalo.

Parte de Miranda do Douro, segue para norte por caminho vicinal, pelo bairro da Terronha, até à povoação de Vale de Águia, prosseguindo até Aldeia Nova e daí até ao castro de São João das Arribas, sobranceiro ao vale do Douro.

O regresso é feito por caminhos vicinais rumo a oeste, passando em Aldeia Nova e Pena Branca, caminhos que no troço final tomam o sentido sul e acompanham o Rio Fresno até chegar a Miranda.
    
 

Pontos de interesse 

Entre os pontos de interesse contam-se a Sé e as muralhas de Miranda do Douro e a paisagem de escarpas rochosas das arribas do Douro.
       Sé de Miranda | S. João das Arribas - fotos de António Martinho Baptista © 
 
É frequente a observação de Grifos e Abutres do Egito. A Cegonha-preta, a Águia-real, o Bufo-real, a Gralha de bico vermelho e o Andorinhão são outras aves rupícolas que também ocorrem nesta área.
 
Ao longo do percurso a paisagem é marcada pelos lameiros, bosques de azinheira e carvalho e pelos elementos da arquitetura vernacular, moinhos, “corriças”, picotas, fontanários, pombais. 
 
O itinerário atravessa o casario tradicional em Vale de Águia e em Aldeia Nova, passa junto ao centro dedicado ao burro mirandês da AEPGA, em Pena Branca, e é bordejado por campos onde campeiam as raças autóctones, o burro e vaca mirandeses. Os castros de Vale de Águia e São João das Arribas, com ocupação proto-histórica, são casos notáveis de aproveitamento das defesas naturais da implantação vertiginosa sobre o Douro. O castro de São João, romanizado, está classificado como Monumento Nacional desde 1910.
 
PNDI - Burro mirandês 257-180 pxl PNDI - Miradouro
     Burro mirandês | Miradouro.