BTT Serra da Coroa

Parque Natural de Montesinho (PNM). Percurso BTT - serra da Coroa. Breve descrição. 'Roadbook'.
PNM - serra da Coroa - TA PNM - forno de cal - TA
Serra da Coroa e fornos de cal em Dine (® Telmo Afonso).
 

Na planificação da sua visita deverá ter em consideração as recomendações descritas no Código de Conduta e Boas Práticas [PDF 1,6 MB] das e dos visitantes nas Áreas Protegidas, bem como os conselhos úteis que apresentamos em "Relacionados", à esquerda desta página, para melhor desfrutar da sua visita.

Acesso: estrada municipal 316 a partir de Vinhais.
Ponto de partida e de chegada: aldeia de Travanca.
Extensão: 25,8 km. Em asfalto: 8,2 km. Em terra:17,6 km.
Duração aproximada: 3h.
Dificuldade: média / alta.
Cota mínima / máxima: 650m / 1255 m.
Apoios: restaurantes em Moimenta e Vinhais. Alojamento em Travanca, Rio de Fornos, Vinhais, bem como nas casas do Parque Natural de Montesinho ou em casas privadas de turismo.
 
Roadbook [PDF 398 KB]
 

Breve descrição

PNM - souto em Dine - TA PNM - cascata no Tuela - TA
Souto em Dine e cascata no rio Tuela (® Telmo Afonso).
 
O percurso inicia-se na aldeia de Travanca, em plena serra da Coroa e vale do rio Tuela. Atravessa zonas de mosaico agrícola, prados naturais e corredores de espécies ripícolas (i.e. associadas aos cursos de água).
 
É possível desfrutar de bosques de carvalho-negral Quercus pyrenaica entre as aldeias de Fresulfe e Dine. Nesta última, sugere-se uma visita ao aglomerado passando pelo Núcleo Interpretativo da Lorga de Dine (cavidade cársica, i. e. nos calcários) e apreciando os fornos de cal recuperados.
 
Durante parte do troço deste percurso vislumbra-se o rio de maior caudal do Parque Natural de Montesinho, o Tuela, com uma extensão de cerca de 100 km correndo por entre fraguedo granítico que encaixa galerias ripícolas riquíssimas para o habitat da lontra Lutra lutra [PDF 128 KB] e da toupeira-de-água Galemys pyrenaicus [PDF 137 KB], assim como para aves ribeirinhas, de que é o exemplo o melro-de-água Cinclus cinclus.

Topo