PR 2 SNT Pena

Parque Natural de Sintra-Cascais (PNSC). Percurso pedestre circular de pequena rota. PR2 SNT Pena. Pontos de interesse. Rede Natura. SIC - Sítio Sintra-Cascais. Património Mundial da Humanidade. Pena, Castelo dos Mouros, igreja de Santa Maria e fonte da Sabuga. Breve descrição. Folheto e itinerário interativo.
PNSC - Palácio e jardim da Pena
Palácio e parque da Pena (® José Ventura) 

Na planificação da sua visita deverá ter em consideração as recomendações descritas no Código de Conduta e Boas Práticas [PDF 1,6 MB] das e dos visitantes nas Áreas Protegidas, bem como os conselhos úteis que apresentamos em "Relacionados", à esquerda desta página, para melhor desfrutar da sua visita.

 
Acesso: Sintra.  
Ponto de partida e de chegada: início da rua das Padarias. 
Extensão: 4,5 km.  
Duração: 2h:30min. 
Dificuldade: alta. Declive muito acentuado  
Apoios: painel de início, painéis informativos e folheto.
 
Pontos de interesse: Fonte da Sabuga; Igreja de Santa Maria; S. Pedro de Penaferrim; Castelo do Monte Sereno; Parque e Palácio da Pena; e Castelo dos Mouros.
 
 
Breve descrição
Este percurso pedestre circular desenvolve-se na serra de Sintra, em território classificado, quer como Parque Natural quer como Património Mundial da Humanidade - Categoria de Paisagem Cultural (pela UNESCO) e integrado no Sítio Sintra-Cascais, no âmbito da Rede Natura 2000. Passa por locais com importância histórica.
 

Fonte da Sabuga - de origem medieval foi reconstruída em finais do séc. XVIII.

Igreja de Santa Maria - igreja do séc. XII, de estilo romântico-gótico de 3 naves.

Castelo dos Mouros - os muçulmanos foram os responsáveis pela primitiva fortificação da penedia, hoje implantada em dois cumes da serra e designada 'Castelo dos Mouros', entre o século VIII e o IX. Tinha a finalidade de controlar estrategicamente as vias terrestres que ligavam Sintra a Mafra, Cascais e Lisboa. Só em 1147, D. Afonso Henriques conquistaria o Castelo, dotando-o de uma capela - São Pedro. São ainda visíveis os vestígios da capela, de uma cisterna e uma porta árabe 'em ferradura' e diversas estruturas de habitação. O Castelo dos Mouros e a cisterna encontram-se classificados como Monumento Nacional por Decreto publicado em 23 de junho de 1910. 

 

Ligações a outros percursosPR 1 SNT Sta. MariaPR 3 SNT CasteloPR 4 SNT Seteais;

Entidade promotora: Câmara Municipal de Sintra.