PR 7 SNT Cabo da Roca

Parque Natural de Sintra-Cascais (PNSC). Percurso pedestre circular de pequena rota. PR 7 SNT Cabo da Roca. Pontos de interesse. Litoral. Cabo da Roca. Praia da Adraga. Plantas endémicas. Pegadas de dinossáurios. Aves. Folheto.

PNSC - cabo da Roca
Cabo da Roca.

Na planificação da sua visita deverá ter em consideração as recomendações descritas no Código de Conduta e Boas Práticas [PDF 1,6 MB] das e dos visitantes nas Áreas Protegidas, bem como os conselhos úteis que apresentamos em "Relacionados", à esquerda desta página, para melhor desfrutar da sua visita.

 

Nota: parte da sinalização do percurso encontra-se em mau estado.

Acesso: EN 247-4.
Ponto de partida e de chegada: Posto de Turismo do cabo da Roca.
Extensão: 10 km.
Duração: 3h.
Dificuldade: média. Declive acentuado.
Apoios: painéis informativos de início de percurso, do cabo da Roca e da praia da Adraga. Posto de turismo do cabo da Roca. Folheto.

Pontos de interesse: cabo da Roca; praia da Adraga; praia Grande do Rodízio - pegadas de dinossáurios; e Almoçageme.
Melhor época: primavera, quando a atmosfera se encontra mais límpida e grande parte da vegetação está em flor.

Breve descrição
Este percurso circular inicia-se no cabo da Roca, Promontorium Magnum para os romanos, o ponto mais ocidental da Europa continental. A vegetação envolvente, rica em endemismos (i.e. de espécies com distribuição geográfica muito restrita), abriga e alimenta uma fauna diversificada.

A Ulgueira e Almoçageme localizam-se em zona agrícola rica em pomares. O pinhal sobre dunas, importante habitat, resulta de antigas sementeiras ou plantações efetuadas na tentativa de fixar as areias.

Na praia Grande, podem-se observar pegadas de dinossáurios. Entre a praia Grande e a praia da Adraga o percurso faz-se sobre falésias, abrigo ou local de nidificação para diversas aves. Ao longo do percurso não se encontra nenhuma amostra de floresta natural, dada a ocupação e utilização ancestral e muito intensa, sendo os carrascais (Quercus coccifera) a primeira etapa de degradação dos carvalhais originais.

Os matos de sabina-da-praia Juniperus phoenicea são um habitat-relíquia que abriga plantas ameaçadas.

Ligação a GR 11 E9 Caminho do Atlântico.

Entidade promotora: Câmara Municipal de Sintra.