Perc. da Berlenga

Reserva Natural das Berlengas (RNB). Percurso pedestre da Berlenga. Pontos de interesse. Breve descrição.

Na planificação da sua visita deverá ter em consideração as recomendações descritas no Código de Conduta e Boas Práticas [PDF 1,6 MB] das e dos visitantes nas Áreas Protegidas, bem como os conselhos úteis que apresentamos em "Relacionados", à esquerda desta página, para melhor desfrutar da sua visita.

 

Ponto de partida / chegada: bairro dos Pescadores / Forte de S. João Baptista.
Extensão aproximada: 1 km.
Duração aproximada: 1 h.
Dificuldade: fácil; declive muito elevado (acesso ao planalto).
Tipo de itinerário: linear.
Apoios: percurso sinalizado (placa, mesas, sinais).

Pontos de interesse: planalto do Farol; Forte de S. João Baptista; e Cova do Som.
 
Breve descrição
Durante a subida para o farol tente apreciar uma das plantas endémicas das Berlengas, a Armeria berlengensis. É impossível não reparar no espaço invadido pela planta originária da África do Sul, o chorão-das-praias Carpobrotus edulis, que a todas e a todos deve alertar para a importância de não se introduzirem animais e plantas em locais onde eles não existem naturalmente, pois alguns podem tornar-se invasores.
 
Durante o percurso é provável que alguma lagartixa-de-carbonell Podarcis carbonellii berlenguensis se agite à sua passagem, por isso não a pise e mantenha-se sempre no trilho.
 
Armeria berlengensis José Alho 257-180 pxl Podarcis carbonellii berlenguensis Lagartixa de Carbonell - Cristina Girão Vieira
Armeria berlengensis em flor (® José Alho) e lagartixa de Carbonell Podarcis carbonellii berlenguensis (® Cristina Girão Vieira).
 
No topo da ilha localiza-se o Planalto do farol, assim designado visto aí se situar o farol do Duque de Bragança, conhecido apenas como farol da Berlenga (ver foto acima). Este foi construído em 1840. Alimentado de início por combustíveis líquidos (primeiro azeite e depois petróleo), foi eletrificado em 1926. Desde 1985 que é automático e a partir de 2001 funciona com energia solar. O farol ainda mantém a presença de faroleiros.
 
Aprecie a vista do topo da ilha, podendo, nos dias de céu limpo, avistar as Estelas e os Farilhões. 
 
Forte de S. João Baptista - Berlenga Grande - Eduardo Mourato 257-180 pxl  RNB - Farol do Duque de Bragança - Eduardo Mourato 257-180 pxl
Forte de S. João Baptista e farol do Duque de Bragança (® Eduardo Mourato).
 
O Forte de S. João Baptista foi construído no reinado de D. João IV. Este forte recorda-nos o episódio com a esquadra espanhola do almirante Ibarra, em junho de 1666, em que se notabilizou o cabo Avelar Pessoa. Mais tarde, participou em incidentes no decorrer das invasões francesas, bem como nas lutas entre absolutistas e liberais.